Governo quer votar PL 116, mas TVs abertas pressionam

Governo quer votar PL 116, mas TVs abertas pressionam

Folha de S. Paulo – 13/12/2010  - A pressão é grande, mas o governo quer votar o polêmico PL 116 no Senado até o dia 16. O projeto prevê, entre outras coisas, cotas de programação nacional e libera as teles para entrarem no mercado de TV a cabo em suas áreas de concessão.
Depois de operadoras e produtoras, quem resolveu fazer pressão no Senado são as TVs abertas. Na segunda audiência pública sobre o tema na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) no Senado, no dia 7, Globo e Record foram as que mais pressionaram os parlamentares para prolongarem a discussão do projeto.
A Globo, que tem todo interesse na aprovação, de olho na possível venda de sua parte na Net para um grupo internacional, defende a discussão de alguns pontos na redação do projeto, para ter maior segura nça jurídica. Já Record, pressiona porque sabe do interesse da Globo.
O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), encaminhou um pedido para que o projeto siga para votação sem passar pelas quatro comissões previstas. Apresentou também um requerimento de urgência, que dá prazo de até 45 dias para um projeto ser votado.
A oposição, no entanto, acredita que falta tempo hábil, e que o governo não conseguirá votar o PL 116 até o fim desta semana.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!