Entrevista do Presidente da ABCCOM - Edivaldo Farias (Didi) no encerramento da Conferência Nacional de Comunicação.

15/06/2010 22:50

Santiago – TV Sete Lagoas – Edivaldo Farias, você participou durante vários meses como um dos integrantes da comissão organizadora da Confecom, qual a sua avaliação desta conferência?

Edivaldo Farias – Pres. ABCCOM – ‘Olha Santiago, minha avaliação é de que acabamos de viver um momento histórico no país. A minha calculadora, não vai agüentar fazer as contas, vai arrebentar antes de tantos resultados dos pontos positivos que nós tiramos aqui. Com certeza foi surpreendente, inesperado. Agente tinha dúvidas de que isso pudesse ocorrer, pois foi uma conferência feita a toque de caixa, quase impossível de ser realizada e que foi coroada de pleno êxito, principalmente para nós da mídia comunitária, especialmente dos canais comunitários, da Associação dos Canais Comunitários e nós só tivemos vitória. O que se sonhava em um dia acontecer, aconteceu agora e até antes da Conferência quando o Governo pela Secom abriu e incluiu os canais comunitários na partilha do bolo dos institucionais do governo.  Verdade que é uma merreca, uma mixaria, mas já é um bom começo.
Nós já vamos daqui, se depender da Conferência, para o sinal aberto digital. Então as conquistas foram enormes e o que é importante,  conseguimos isso fazendo uma boa política, nos entendendo com o setor empresarial que permaneceu na Conferencia.  Só quem ficou de fora e que é o grande perdedor da Conferência foi a Abert  com a TV globo, que se recusou a dialogar, a enfrentar  a Sociedade Civil onde nós tivemos aqui o tempo todo discutindo irmãmente com a Abras que é Rede TV e Rede Bandeirantes, conversando como velhos amigos e companheiros, divergindo, disputando, disputando no tapa e acho que todos nós saímos vitoriosos.
Eu acabei de enviar um ofício através da ABCCOM com o apoio de outras entidades ao Ministro Hélio Costa reconhecendo o esforço feito por ele para realização desta Conferência, juntamente com o Ministro Franklin Martins do ministro Luiz Dulce e principalmente do Presidente Lula que teve a coragem e ousou em convocar essa Conferência. Para ser sincero eu não acreditava que isso acontecesse e nós da ABCCOM estamos gritando essa vitória, nos damos  satisfeito pelas conquistas de 2009, mas queremos que aconteçam outras conferências e para o próximo ano mais reuniões, mais abertura por parte do governo porque até agora nunca na história deste país com uma movimentação tão grande tratando de comunicação em todo país e tantos avanços da democratização dos meios de comunicação.
Então foi uma vitória toda nossa,  temos que estar em forma e agora é voltar para Minas e comemorar e não podia deixar de parabenizar a todos que participaram em especial os legítimos movimentos sociais, principalmente a todos os canais comunitários que atuaram em suas cidades e estados e aqui como delegados e também na cobertura deste evento’.

Santiago – TV Sete Lagoas – Desse caderno de proposta que sai da Confecom, o que deverá ser feito para isso virar realidade?

Edivaldo Farias – Pres. ABCCOM – ‘Foram inicialmente trazidas mais de seis mil propostas para Conferência, enxugadas para mil e quinhentas e é claro que dentro de todas as discussões tem várias propostas que se parecem umas com as outras ou são repetidas. No principal conseguimos aprovar as de interesse para a democratização dos meios de comunicação, a prática é outra luta, mas isso já é o começo e o governo ao assumir a realização dessa Conferência, assumiu com todo o povo brasileiro um compromisso de aproveitar essas discussões e as propostas da Conferência para com isso levar sua força ao congresso para aquilo que depende de lei.  Os parlamentares que estão participando e os outros que tem conhecimento, inclusive nós temos aqui como exemplo a Deputada Luiza Erundina com aquela idade o tempo todo participando de tudo, de reuniões cansativas e é claro que isso tudo vai nos dar força lá no parlamento para podermos aprovar aquilo que depende de lei. Tem muita coisa que depende só de ordem do Governo Federal, de órgãos do Governo e essa luta vai continua, pois as conquistas têm que vir e não virão todas de uma vez, não podemos nos iludir, mas já demos um grande passo e os resultados já estão chegando por aí, é o que eu espero’.

Santiago – TV Sete Lagoas – Uma frase que define a Primeira Conferência Nacional de Comunicação?

Edivaldo Farias – Pres. ABCCOM – ‘Vitória, vitória, vitória do povo brasileiro.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!