A nova diretoria da ABCCOM, eleita no VI Congresso, realizado em São Paulo, em dezembro de 2008

05/10/2009 17:48


A nova diretoria da ABCCOM, eleita no VI Congresso, realizado em São Paulo, em dezembro de 2008, já vem realizando diversos trabalhos em conjunto, para que seja reforçado o espírito de solidariedade, tão necessário aos projetos que envolvem as TVs Comunitárias.
Vários diretores estão atuando em diversas frentes, junto ao governo e à sociedade civil, dando prosseguimento ao trabalho que já havia se iniciado na gestão anterior e, principalmente, para alcançarem novas conquistas para todos os canais comunitários associados.
Entre os objetivos de trabalho da entidade, está a busca por investimentos para as TVs que já estão operando, a abertura de novos canais, assinatura de convênios e parcerias culturais e a mais importante, a ida para o sinal aberto, através do processo de digitalização pelo qual o país está passando.
A ABCCOM esteve presente no II FÓRUM DAS TVs Públicas e participa na organização da 1ª. Conferência Nacional de Comunicação.

Presidente da ABCCOM em Brasília

O presidente da ABCCOM, Edivaldo Farias, popularmente conhecido como "Didi", juntamente com o vice-presidente da instituição, Paulo Miranda, estiveram em na sexta feira, dia 19 de junho, para tratar das questões relativas à Conferência de Comunicação, que será realizada nos dias 1, 2 e 3 de dezembro. Várias reuniões e encontros têm acontecido e nossa entidade está se articulando em várias frentes para ter mais uma atuação marcante neste evento. Aproveitando a viagem, o presidente participou de várias outras importantes reuniões para resolver assuntos de interesse dos canais comunitários na capital do país.

Parcerias de peso: EBC e  SAV assinam com ABCCOM


A ABCCOM, durante o II Fórum de TVs Públicas, assinou um importante convênio de parceria com a EBC - Empresa Brasileira de Comunicação. O convênio inaugura um espaço de diálogo com a TV Pública e permitirá o avanço dos canais comunitários em várias áreas, como o intercâmbio de conteúdo nacional, a parceria nas produções locais e regionais, a troca de experiências através de visitas e seminários e a qualificação profissional.
Também foi articulada uma parceria com a SAV – Secretaria do Áudio Visual do Ministério da Cultura, um convênio de veiculação exclusiva de lançamento de conteúdos produzidos e premiados nacionalmente.
Para termos uma veiculação democrática do que é produzido no país, precisamos criar esta rede de comunicação pública e as TVs Comunitárias no Brasil é a ferramenta ideal e a prova de que existe um caminho viável para a verdadeira democracia nas comunicações.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!